AVA BPO Financeiro - Terceirização financeira

Giros e prazos: entenda como funciona dentro do negócio

Acompanhar indicadores relacionados a giros e prazos permite que o gestor tenha o real conhecimento da situação econômica da empresa para prever, evitar problemas e ser capaz de arcar com compromissos financeiros.

E esta é uma prática primordial para a sobrevivência de um negócio. A pesquisa Sobrevivência de Empresas (2020), realizada pelo Sebrae, aponta que a taxa de mortalidade de microempreendedores individuais é de 29% em até cinco anos. Em compensação as microempresas têm uma taxa de mortalidade de 21,6% após cinco anos e as de pequeno porte, 17%.

Mas quais indicadores são necessários acompanhar para evitar contratempos que coloquem em risco a vida da empresa? 

Neste post, você entenderá sobre os prazos médios, sua importância, como calcular os principais indicadores e qual a relação com o capital de giro da empresa. 

O que é prazo médio?

Prazos médios são indicadores que apontam uma média de quantos dias são precisos para acontecer determinada ação, seja ela de pagamento, recebimento, estoque, etc. 

Tendo esta previsibilidade, você consegue entender se sua empresa necessita ou não de capital de giro e por isso são indicadores fundamentais para o ciclo financeiro do seu negócio.

Índices de prazo médio

Há alguns índices que o gestor deve acompanhar relacionados aos prazos médios. São eles: 

Prazo médio de estocagem

O prazo médio de estocagem podemos definir como o tempo médio em que a empresa fica com o estoque parado. Dessa forma, consegue identificar desperdícios, evitar excessos ou escassez de produtos.

Seja na venda ou na fabricação de um produto é muito importante levar este indicador em conta para uma tomada de decisão mais assertiva e melhor planejamento do gestor.

O cálculo do prazo médio de estocagem é feito de uma forma bem simples e o resultado é dado em dias: 

PME = (Estoque médio / Custo das Mercadorias Vendidas) x 360

Desta forma, quanto menor for o prazo médio de estocagem, menor vai ser o volume investido em estoques na empresa, o que demandará menor capital de giro necessário.

Prazo médio de recebimento

O prazo médio de recebimento (PMR) é um indicador que aponta previsibilidade para o retorno das vendas. Assim você consegue identificar o tempo médio entre a venda e o pagamento. E quanto menor seu prazo de recebimento,melhor para o fluxo de caixa.

Veja como calcular o prazo médio de recebimento, sendo que o resultado é dado em dias:

PMR = Total a Receber x 360 / Total da Receita Operacional Bruta (durante um ano)

Da mesma forma, quanto menor for o PME melhor, pois indica que a empresa está colocando mais rapidamente o dinheiro da venda no seu caixa, possibilitando menor necessidade de capital de giro.

Prazo médio de pagamento 

O prazo médio de pagamento é o indicador que define o tempo médio para uma empresa pagar suas contas (ou fornecedores). Isso inclui desde o dia que a mercadoria é adquirida até o momento que a empresa paga por isso.

Você pode calcular o prazo médio de pagamento pela fórmula:

PMP = (Fornecedores/Compras) * Dias do Período (360)

Obs: Compras = (Custo da Mercadoria Vendida + Estoque Final – Estoque Inicial)

O Resultado da fórmula é dado em dias. Contudo, diferentemente dos demais prazos, quanto maior for o PMP melhor, tendo em vista que o fornecedor estará financiando o Capital de Giro da empresa, sendo que normalmente esse é um recurso que não incide juros, como acontece com os empréstimos bancários.

O que é ciclo operacional?

O ciclo operacional é o nome que se dá ao intervalo entre o custo de uma operação e as entradas no caixa. Engloba todas as etapas das atividades operacionais, desde a compra de um insumo até a venda do produto final. 

O ciclo operacional se encerra após o recebimento total do que foi vendido. Com este indicador, o gestor consegue identificar se o capital de giro da empresa é o suficiente para o negócio. 

Como calcular o ciclo operacional? 

O ciclo operacional pode ser calculado da seguinte maneira: 

Ciclo operacional = prazo médio de estocagem (PME) + prazo médio de recebimento (PMR)

O Ciclo operacional também é dado em “Dias”. É importante observar que uma empresa com um ciclo operacional mais curto requer menos caixa para manter as operações. Por outro lado, se o ciclo operacional da empresa apresentar uma margem muito alta, pode significar uma dificuldade em expandir suas ações já que o ciclo será mais longo.

O que é ciclo financeiro?

Também conhecido como ciclo de caixa, o ciclo financeiro mede o tempo entre o pagamento dos fornecedores e o recebimento de vendas de uma empresa. 

Se o prazo que um fornecedor dá para a empresa for menor que o tempo que a empresa leva para receber, a probabilidade de ter que utilizar o capital de giro é maior. Por isso é muito importante que o gestor tenha uma boa negociação com os seus fornecedores quanto aos prazos. 

O cálculo do ciclo financeiro é pela seguinte fórmula:

Ciclo financeiro = Prazo médio dos estoques + prazo médio de recebimentos – prazo médio de pagamento

Dessa forma, o Ciclo Financeiro influencia diretamente no Capital de Giro Necessário (NCG) da empresa. Quanto maior for o ciclo de caixa, maior será a necessidade de capital de giro

O que é ciclo econômico? 

O Ciclo Econômico (CE) está ligado à jornada de vendas da empresa. Isto engloba desde a aquisição do produto até a realização da venda. 

Em outras palavras: é o tempo que o produto ou serviço fica na empresa.

Para calcular o ciclo econômico de uma empresa, o gestor deve utilizar a seguinte fórmula

Ciclo Econômico = Prazo Médio de Estocagem (PME)

O ciclo econômico está ligado ao período que determinado produto fica no estoque na empresa, e por isto é um indicador que auxilia a  melhor controlar o estoque e identificar quais as mercadorias podem ser mais fáceis de vender, por exemplo.

O que é e qual a importância do capital de giro para esse processo?

E o que o capital de giro tem a ver com tudo isso? O capital de giro é o conjunto de recursos disponíveis aplicado pela empresa para executar todo o ciclo operacional dos produtos e serviços. 

Gerenciar o capital de giro é um dos grandes desafios para as empresas, afinal é o total do seu valor que revela qual a necessidade dos recursos para manter o giro do negócio.

Se durante um determinado período, há redução de vendas, aumento de custos ou inadimplência, sua empresa precisa ter um valor suficiente para manter o negócio sem prejudicar a saúde financeira. 

Dessa forma, os prazos médios (PMR, PME, PMP) influenciam diretamente a Necessidade de Capital de Giro da empresa e através desses indicadores é possível otimizar a aplicação de recursos na organização.

Conclusão

As empresas que buscam se manter sólidas e saudáveis no mercado, devem acompanhar e ter ciência dos seus prazos médios para que possam negociar melhores condições com clientes e fornecedores. 

Da mesma forma, acompanhar o capital de giro dá a noção exata de todos os recursos necessários, permitindo melhor controle das finanças do negócio

Se administrar todos estes indicadores ainda é uma dificuldade para você, saiba que a AVA BPO Financeiro conta com uma equipe altamente especializada em gestão financeira, que auxiliará você a manter a saúde das suas finanças. Entre em contato com o nosso time.

Gestão Financeira Premium

Você está a um passo de melhorar a sua gestão financeira! Preencha as informações abaixo e solicite um orçamento.

Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.
Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.

Gestão Financeira Completa

Você está a um passo de melhorar a sua gestão financeira! Preencha as informações abaixo e solicite um orçamento.

Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.
Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.

Gestão Financeira Básica

Você está a um passo de melhorar a sua gestão financeira! Preencha as informações abaixo e solicite um orçamento.


    Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.

    Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.


    SimNão

    Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.
    Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.
    Precisa de ajuda? Fale conosco pelo WhatsApp