AVA BPO Financeiro - Terceirização financeira

Aluguel ou compra de imóvel: o que vale mais a pena?

Quando falamos em alugar ou comprar um imóvel são muitas dúvidas que surgem e as diferenças são inevitáveis, afinal esta é uma decisão que pode impactar sua vida por um longo período.

Mas o que pode ser vantajoso para a sua situação atual? Comprar ou alugar um imóvel?

No post de hoje você vai entender em quais situações vale a pena alugar e comprar um imóvel residencial, o que deve ser considerado ao fazer sua escolha e o que vale mais a pena no cenário atual

Alugar um imóvel: quando é ideal?

alugar um imóvel

Quando você decide alugar um imóvel, a primeira pergunta que você deve se fazer é: em qual momento da vida você está? 

Por exemplo, se você tem a ideia de fazer uma transição de carreira ou até mesmo mudar de local por conta de trabalho ou outros objetivos. O aluguel em si traz muito mais flexibilidade, já que você não tem um compromisso a longo prazo com parcelas de financiamento. 

Comprar um imóvel: quando devo financiar?

comprar imóvel

Mas se o seu sonho é comprar um imóvel para chamar de seu, antes de agir impulsivamente, é importante avaliar alguns aspectos para que o sonho não se transforme em pesadelo. 

Avalie se você tem um valor reservado para dar entrada a ponto de aliviar os juros. Como os financiamentos imobiliários podem ser até de 30 anos, se for para um imóvel residencial, a entrada mínima exigida pela maioria dos bancos é de 20% do valor de imóvel. 

O que deve ser considerado ao optar entre comprar e alugar um imóvel?

É importante considerar alguns aspectos antes de tomar decisões, entre eles: 

Mercado atual

O momento econômico é favorável ou as taxas de juros estão baixas a ponto de ser mais vantajoso e barato pagar uma parcela do imóvel que um aluguel? Com a alta da Taxa Selic, por exemplo, as famílias estão pagando mais para  financiar carro e casa própria, segundo dados do Banco Central

Isto pode ser um empecilho já que os valores das parcelas estão mais elevados, o que impacta diretamente no custo final do imóvel. 

Momento de vida

Como citamos anteriormente, avalie o momento de vida ao qual você se encontra. Você quer criar raízes em determinada cidade? Ou ainda não quer se prender e conhecer novos lugares? 

Isso também está ligado à estabilidade financeira. Lembre-se que independente de comprar ou alugar, arcar com uma parcela que não consuma mais que 30% da sua renda é fundamental para evitar dores de cabeça. 

Localização

Ao escolher um imóvel, avalie a infraestrutura e facilidade para locomoção. Há acesso facilitado ao local de trabalho? Há boa estrutura no entorno como supermercado, farmácia, comércio em geral?

Para quem vai comprar também é importante verificar o potencial de valorização do bairro para projetar investimentos futuros, já que dependendo da localização,o imóvel pode estar mais ou menos valorizado no futuro.

Alugar hoje para comprar à vista no futuro é uma boa opção?

alugar e comprar imóvel

O aluguel também pode ser uma ferramenta que pode te ajudar no longo prazo a ter o seu imóvel próprio. Isso porque você pode alugar um imóvel e guardar a diferença entre o valor que seria pago no financiamento e o valor do aluguel.

Vamos fazer um comparativo, simulando a compra e o aluguel de um imóvel. Digamos que você tenha visto o imóvel de seus sonhos a um valor de R$ 400 mil para compra. Se contabilizarmos:

Entrada de 20% – R$ 80 mil.

Tx de juros a.a- 8,8%

Custo efetivo total a.a- R$ 10,21%

Pagamento: 360 meses (30 anos)

Valor inicial da parcela: R$ 3.302

Valor da última parcela: R$ 920,15

Valor total a ser pago ao fim do financiamento: R$ 811.688 (não incluso custo com documentações, seguro, etc).

Agora se ao invés de pagar este valor mensal de parcela (R$ 3.302,00), você optar em alugar um imóvel na faixa e R$ 2 mil reais por exemplo e investir o restante (no caso R$ 1.302,00). 

Se por mês você investir os R$ 1.302,00 no Tesouro Selic a uma rentabilidade hipotética de 10,75% ao ano, ao final de 30 anos você obteria uma rentabilidade de em média R$ 2.989.628, mesmo morando de aluguel.

Essa é uma simulação simples das possibilidades que você pode obter comprando ou alugando um imóvel. Embora esta seja uma alternativa possível, sabemos que é preciso considerar outras variáveis, como reajustes, juros, etc. 

O exemplo pode inclusive não se encaixar para a realidade daqueles que possuem dificuldades de controlar suas finanças mês a mês. E isto traria uma enorme dificuldade em guardar dinheiro por tanto tempo. 

Então o que vale mais a pena?

o que vale mais a pena

Não há uma resposta certa para esta pergunta. Se formos avaliar a compra do imóvel, sabemos que é uma grande conquista, mas é necessário uma vida financeira mais estruturada, e com certa margem para lidar com imprevistos, afinal sua preocupação deve ir muito além das prestações mensais. 

Já o aluguel poderá lhe proporcionar mais maleabilidade e trazer margem para investimentos com grande rentabilidade no longo prazo. 

Independente da sua escolha, não esqueça: é fundamental planejamento para evitar dívidas que comprometam outros objetivos.

Conclusão

Se você tem intenção de migrar de carreira ou até mesmo ter mais flexibilidade para mudar de cidade, um aluguel pode ser mais vantajoso para este momento, já que você não terá compromissos com financiamentos a longo prazo. 

Agora se você já está em um momento mais estável da sua vida, onde o mercado se mostra favorável, taxas de juros baixas e você consegue assumir uma parcela que consuma 30% da sua renda, financiar pode ser uma boa opção.

Há inúmeras variáveis que devem ser consideradas nessa tomada de decisão. Se você tem dúvidas sobre este assunto e busca aprimorar sua  gestão financeira, a AVA conta com um time de especialistas para analisar seu cenário atual e apontar o melhor direcionamento. Entre em contato conosco.

Gestão Financeira Premium

Você está a um passo de melhorar a sua gestão financeira! Preencha as informações abaixo e solicite um orçamento.

Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.
Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.

Gestão Financeira Completa

Você está a um passo de melhorar a sua gestão financeira! Preencha as informações abaixo e solicite um orçamento.

Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.
Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.

Gestão Financeira Básica

Você está a um passo de melhorar a sua gestão financeira! Preencha as informações abaixo e solicite um orçamento.


    Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.

    Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.


    SimNão

    Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.
    Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.
    Precisa de ajuda? Fale conosco pelo WhatsApp