AVA BPO Financeiro - Terceirização financeira

Vale a pena financiar carro por pessoa jurídica?

A aquisição de um veículo traz inúmeras facilidades tanto para uso particular quanto para os serviços cotidianos de uma empresa. Mas na hora da compra, o que é mais vantajoso para o empreendedor? Financiar um carro por pessoa jurídica vale mais a pena que o financiamento particular?

Veja no post de hoje quais as vantagens e desvantagens de comprar um carro PJ, o que deve ser considerado nesta aquisição e dicas para declaração do IR para carros financiados por pessoa jurídica.

Vantagens de comprar um carro com PJ

financiar carro

Comprar um carro com PJ pode facilitar e muito a vida do empresário. Veja por quê.

Preços mais baixos

Este é um grande atrativo para quem quer estar motorizado mas busca economia. Isso se deve à isenção tributária obtida quando a negociação é realizada com uma empresa. 

O desconto varia de marca para marca e também varia de acordo com o modelo e número de veículos. Os descontos podem começar em 3% mas dependendo da negociação podem chegar a valores ainda mais expressivos.

Facilidade na compra

Você ainda pode contar com a vantagem de obter condições facilitadas para compra, caso decida comprar seu carro com CNPJ. Não há uma regra padrão, tais condições variam de acordo com a concessionária. Nesse caso vale pesquisar qual apresenta a condição mais atrativa.

Desvantagens em comprar um carro com CNPJ

Se há facilidades, lembramos que nem tudo são flores. Veja algumas desvantagens que o financiamento via CNPJ pode acarretar.

Riscos

Se optar por comprar um carro com o CNPJ, o veículo é da sua empresa e pode servir como um passivo com boa liquidez. O que isso quer dizer? Se houver problemas judiciais ou com cobranças, o carro pode servir como bem para quitação de pendências. 

É importante separar o “joio do trigo” quando o assunto é finanças. Se você está passando por um mau momento financeiro, você não deve vender o veículo da empresa para quitar dívidas pessoais. Até porque uma vez executada a compra, a empresa não pode vender o carro pelo menos por 12 meses, e caso isso ocorra precisará efetuar o pagamento da diferença de ICMS pago a menor por comprar como pessoa jurídica .

Outro ponto importante a ser levado em conta na aquisição como pessoa jurídica, é que o veículo sofre depreciação a taxa de 20% ao ano, o que poderá acarretar em pagamento de Imposto de Renda sobre Ganho de Capital na venda desse veículo. Nesse caso é importante levar em consideração qual a forma de tributação da PJ e para isso é importante avaliar com a sua contabilidade a melhor opção de compra.

Opções limitadas

Nem todos os fabricantes e modelos estão disponíveis para uma compra de veículo com o CNPJ. Ou seja, é importante estar ciente que aquele modelo dos sonhos nem sempre pode estar disponível para este tipo de compra. 

Regras de inspeção

Todos os veículos deverão passar por uma inspeção a partir de dois anos de uso. Ou seja, é importante inserir na programação dos seus afazeres empresariais tal atividade para ficar em conformidade com a legislação vigente.

Quem pode dirigir carro da pessoa jurídica?

Financiar PJ ou PF

Qualquer pessoa legalmente habilitada com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) teoricamente pode dirigir o carro de uma empresa. Mas ainda assim é importante avaliar e definir dentro da empresa quem poderá conduzir os veículos. 

Em caso de multas (por exemplo, excesso de velocidade), é a empresa quem vai receber a notificação de autuação por infração.

O que deve ser considerado?

Alguns pontos você deve levar em conta ao tomar esta decisão de comprar um veículo com o CNPJ da empresa, entre eles: 

Tributação

Não há como escapar dos tributos na compra de um veículo novo. A principal variação é em relação ao ICMS, cuja alíquota é diferente para cada estado. O IPI também pode ser variável. 

Outros tributos que podem incidir sobre o veículo:

  • Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e licenciamento;
  • Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Programa de Integração Social (PIS)

Aspectos legais

Há certos requisitos para o usuário que queira comprar um veículo via CNPJ e a fiscalização em relação a isso é bem rigorosa. Qualquer desvio pode ser considerado como fraude e impactando em riscos jurídicos para a empresa.

Não é permitido, por exemplo, transferir dinheiro da conta particular para conta da empresa para aquisição do veículo. Como já citamos anteriormente, também é preciso aguardar um ano para a venda do automóvel. 

Após este período, se a venda for realizada para terceiros, empresas com Inscrição Estadual devem emitir a Nota Fiscal de venda de ativo imobilizado. 

Documentação necessária para a compra

No caso de financiamento, os documentos não diferem muito do que é exigido pela pessoa física. Geralmente são solicitados documentos de identificação (CNPJ e contrato social) e análise de crédito.

Em alguns casos (dependendo da forma de pagamento) pode ser exigido pela montadora ou concessionária documentos relacionados à saúde financeira da empresa.

Conclusão

financiar carro

É inegável que o preço atrativo aliado às facilidades no pagamento são grandes vantagens ao se adquirir um veículo CNPJ. Mas ainda assim é uma decisão que deve ser muito bem pensada, afinal as desvantagens também existem. 

Os riscos que envolvem a negociação, opções ilimitadas e regras de inspeção são alguns exemplos.Além disso, estabeleça quem vai dirigir o carro da empresa, já que qualquer infração de trânsito, como multa é a empresa que vai ter que arcar.

Ainda tem dúvidas sobre aquisições com CNPJ? A AVA conta com profissionais especializados que irão lhe orientar sobre a melhor opção, de acordo com a realidade do seu negócio. Assim você terá uma gestão financeira mais assertiva e segura. Entre em contato agora e fale com o nosso time! 

Gestão Financeira Premium

Você está a um passo de melhorar a sua gestão financeira! Preencha as informações abaixo e solicite um orçamento.

Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.
Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.

Gestão Financeira Completa

Você está a um passo de melhorar a sua gestão financeira! Preencha as informações abaixo e solicite um orçamento.

Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.
Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.

Gestão Financeira Básica

Você está a um passo de melhorar a sua gestão financeira! Preencha as informações abaixo e solicite um orçamento.


    Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.

    Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.


    SimNão

    Uma transação é considerada uma linha no extrato da sua conta bancária.
    Não considere contas de aplicação dentro da sua conta corrente.
    Precisa de ajuda? Fale conosco pelo WhatsApp